Conteúdo (alt + 1) Menu Principal (alt + 2) Menu Direita (alt + 3) Busca (alt + 4) Inicio (alt + 5)   
 
     
 
 
 
 
 
 
     
 
 
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/516152CapaSite.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/481559Nutri____o_Infantil__27.08.2014_012_Capa_Site.JPGlink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/969764dia_mundial_sem_tabaco_capa_site.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/593866McDiaFeliz_Salve_esta_data_610x373.pnglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/23384910639587_495511353925545_8939871808319967970_n_1_.jpglink
Saúde e Corpo de Bombeiros assinam termo de cooperação técnica Gerência de Coordenação de Atenção Básica abre oficina sobre o Programa NutriSUS Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Fumo Hospitais infantis de Florianópolis e de Joinville participam da Campanha Mc Dia Feliz Santa Catarina é destaque em premiação nacional de odontologia
Programa avalia qualidade dos serviços oferecidos na atenção básica de SC

 Na tarde da última quinta-feira (21), o secretário-adjunto da Saúde, Acélio Casagrande,  participou da abertura do Programa  Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB), o qual incentiva a ampliação e a melhoria da qualidade dos serviços prestados na atenção básica de saúde, bem como avalia os resultados e avanços obtidos com as ações da Estratégia Saúde da Família.

O processo de avaliação começará em dois municípios concomitantes,  na próxima segunda-feira (25)  em  Florianópolis e em Chapecó, no dia 28.      Serão avaliadas  1082  equipes de Saúde da Família,   e     para isso cerca  de  6 mil  pessoas  serão  entrevistadas ,  incluindo  coordenadores das equipes, trabalhadores das unidades de saúde e usuários da Atenção Básica.  Ao mesmo tempo estará sendo realizado um censo em todas as 1.759 Unidades Básicas de Saúde.  "É uma forma de conhecermos a satisfação da população, bem como identificar falhas do sistema e corrigi-las", comenta o secretário Casagrande.

Segundo  ele, a Atenção Básica é a porta de entrada do paciente.  É  ali  que   iniciamos  o  trabalho e,   com um bom encaminhamento , desafogamos as emergências dos nossos hospitais. Em 1994, quando começamos o projeto de Atenção Básica da Saúde  da  Família em Criciúma, trabalhamos para encontrar uma forma de bem atender e melhorar os serviços ofertados. O projeto deu certo, tanto que Criciúma foi a cidade de implantação do projeto piloto no país. Agora, vamos avaliar como andam as atividades após 18 anos, observa.

O PMAQ está organizado em quatro fases que se complementam formando um ciclo continuo de melhoria do acesso e da qualidade: Adesão e Contratualização, Desenvolvimento, Avaliação Externa e Recontratualização. A primeira fase consiste na  adesão ao programa mediante a contratualização de compromissos e indicadores a serem firmados entre as equipes de Atenção Básica com os gestores municipais e com o Ministério da Saúde, em um processo envolvendo pactuação local, regional, estadual e a participação do controle social. 

O tempo previsto para o trabalho em campo no território catarinense é de dois meses e meio, finalizando no início de setembro. As equipes avaliadas serão comparadas nacionalmente. E seu desempenho irá determinar o aumento do valor de incentivo financeiro federal para equipes de Saúde da Família, podendo até dobrar de valor, lembra o secretário-adjunto.Durante esta semana, a Gerência de Atenção Básica da Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou oficinas em todas as regiões do Estado

com gestores e coordenadores municipais de Atenção Básica, com o objetivo de prepará-los para receber os avaliadores. A coordenadora de
Acompanhamento e Avaliação da SES, Mirvaine Panizzi, destaca que o PMAQ está trazendo resultados extremamente positivos. Colocamos em discussão o processo de trabalho das equipes, fortalecendo a educação permanente e a qualidade da atenção em saúde ofertada aos usuários, bem como os processos de monitoramento e avaliação das ações desenvolvidas, finaliza.


Rota de avaliação
A partir do dia 2 de julho
- Rota Grande Florianópolis e Vale do Itajaí
- Rota Sul
- Rota Meio Oeste e Planalto Serrano
- Rota Extremo Oeste
- Rota Norte e Nordeste

 


Voltar
 
 
 
Rua Esteves Júnior, 160 - Centro - CEP: 88.015-130 - Florianópolis - Fone: (48) 3221-2000
 
 
     
 
   
Design by windows vista forum and energiesparlampen