Conteúdo (alt + 1) Menu Principal (alt + 2) Menu Direita (alt + 3) Inicio (alt + 5)   
 
     
 
 
 
 
 
 
     
 
 
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/326836DSC_0636_Capa_site_01.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/599184assinatura_do_conv__nio_Chapec__.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/432164Capasite.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/775728Capasite.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/182137Alimenta____osaud__vel.jpglink
 Hospitais públicos ganham reforço com contratação de 99 servidores aprovados em processo seletivo Convênio de R$ 7,2 milhões garante compra de equipamentos para o HRO  Secretaria da Saúde participa de audiência pública na Alesc para prestação de contas Termo de cooperação entre Saúde e Aflodef abre vagas de estágio para estudantes Dia Mundial da Alimentação recomenda hábitos saudáveis de nutrição
Pianista Pablo Rossi quer levar projeto de musicoterapia aos hospitais públicos da SES

Florianópolis, 08 de junho de 2017

O pianista Pablo Rossi foi recebido na manhã dessa quinta-feira, pelo secretário  Vicente Caropreso,  quando apresentou seu projeto de musicoterapia que pretende levar para os hospitais públicos que integram a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

" A terapia do som individual é uma técnica que serve para auxiliar  no processo de recuperação e cura das pessoas, pois a música exerce um papel muito importante no organismo", explica Pablo Rossi. O projeto ainda  está em  fase inicial e será executado em princípio com  pacientes crônicos .

A ideia do pianista  é implantar o projeto com a Terapia do Som nas alas hospitalares a partir do segundo semestre desse ano, com atividades específicas para as mais diferentes doenças.

O projeto, segundo Rossi,  não tem fins lucrativos e todo o serviço é voluntário e organizado pela Associação R&R Classic. "O próximo passo é montar uma equipe e  fazer um cronograma de atividades de intervenção cultural com o viés sociocultural. Buscamos levar convivência musical e artística para dentro dos hospitais, interagindo com pacientes, acompanhantes e profissionais da saúde", complementou o pianista.

O secretário Vicente Caropreso, por sua vez, elogiou a iniciativa do músico e disse se tratar de um projeto muito bem vindo e que pode muito auxiliar no tratamento e recuperação dos pacientes.


Voltar
 
 
 
Rua Esteves Júnior, 160 - Centro - CEP: 88.015-130 - Florianópolis - Fone: (48) 3664-9000
 
 
     
 
   
Design by windows vista forum and energiesparlampen