Conteúdo (alt + 1) Menu Principal (alt + 2) Menu Direita (alt + 3) Inicio (alt + 5)   
 
     
 
 
 
 
 
 
     
 
 
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/971884Capasite.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/886069Capasite.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/369373Capasite.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/134903dion__sio_cerqueira____7__capa_site.jpeglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/407912Carrossel___Combate_Dengue.pnglink
Encontro reúne gerentes regionais de saúde em Florianópolis Filas de Espera pelo SUS já está disponível para os catarinenses Maternidade Carmela Dutra realiza Semana da Prematuridade  Em encontro com Secretário de Estado da Saúde, prefeitos da região Oeste comprometem-se em intensificar o combate ao Aedes aegypti No Dia Nacional de Combate à Dengue, Saúde reforça a importância da eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti
Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes tem início na próxima semana

Florianópolis, 4 Setembro de 2017

A Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente será realizada de 11 a 22 de Setembro, em todo o país. Durante este período, os postos de saúde da rede pública oferecerão 16 tipos de vacinas para crianças e para adolescentes menores de 15 anos de idade, de diferentes faixas etárias. O ‘Dia D’ será realizado em 16 de Setembro, quando todos os postos de saúde da rede pública de Santa Catarina estarão abertos das 8h às 17h.

“O objetivo da campanha é resgatar os não vacinados ou completar esquemas de vacinação. É fundamental que toda a população alvo compareça aos serviços de saúde levando a sua caderneta para que os profissionais de saúde possam avaliar o esquema de imunização de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação”, explica Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Quem não localizar a caderneta de vacinação pode solicitar a segunda via na unidade de saúde onde as vacinas anteriores foram administradas. “Para manter a situação vacinal em dia, os pais e adolescentes podem usar o aplicativo do Ministério da Saúde ‘Vacinação em Dia’, cadastrando todas as vacinas recebidas, e usar a função ‘lembretes’ para não se esquecer das próximas doses", sugere Vanessa, reforçando que a pessoa só estará imunizada contra a doença quando completar todo o esquema de doses recomendado.


Proteção para toda a vida

As vacinas oferecidas na campanha de multivacinação oferecem proteção contra doenças como Sarampo, Paralisia Infantil, Varicela, Caxumba, Rubéola, Meningite, Hepatite A, Hepatite B, Febre Amarela e o HPV.

Confira quais serão as vacinas oferecidas durante a Campanha de Multivacinação e as faixas etárias alvo correspondentes:

BCG (formas graves de tuberculose)  – menores de 5 anos;
Hepatite A – menores de 5 anos;
Penta (hepatite B, difteria, tétano, coqueluche e haemophilus influenzae B) – menores de 7 anos;
Hepatite B – crianças de até 30 dias de idade; crianças e adolescentes entre 7 anos e menores de 15 anos; 
VIP (vacina inativada contra a poliomielite)– menores de 5 anos;
VOPb (vacina oral contra a poliomielite) – menores de 5 anos;
Rotavírus humano – menores de 7 anos;
Pneumocócica 10 valente – menores de 5 anos;
Meningocócica C conjugada – crianças a partir de 3 meses de idade a menores de 5 anos e adolescentes de 12 e 13 anos;
Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) – crianças a partir de 12 meses de idade e adolescentes menores de 15 anos;
Tetraviral (sarampo, caxumba, varicela e rubéola) ou tríplice viral + varicela (atenuada) – menores de 5 anos;
DTP (difteria, tétano e coqueluche) – até menores de 7 anos;
dT (difteria e tétano) – para crianças a partir de 7 anos e adolescentes menores de 15 anos;
dTpa (difteria, tétano e coqueluche acelular) – para gestantes menores de 15 anos de idade;
HPV (papiloma vírus) – meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos; 
Febre amarela*


* Criança a partir de nove meses e adolescente menor de 15 anos residente ou viajante das áreas com recomendação de imunização ou com indicação temporária de vacinação, não vacinada ou sem comprovante de vacinação; e criança e adolescente indígena, independente da área onde reside, não vacinada ou sem comprovante de vacinação.

 


Voltar
 
 
 
Rua Esteves Júnior, 160 - Centro - CEP: 88.015-130 - Florianópolis - Fone: (48) 3664-9000
 
 
     
 
   
Design by windows vista forum and energiesparlampen