Conteúdo (alt + 1) Menu Principal (alt + 2) Menu Direita (alt + 3) Inicio (alt + 5)   
 
     
 
 
 
 
 
 
     
 
 
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/4143911reduzida.jpglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/206311WhatsApp_Image_2017_09_16_at_11.07.35.jpeglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/321694HIJG3__1_.pnglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/786553WhatsApp_Image_2017_09_21_at_14.23.04_4_.jpeglink
http://portalses.saude.sc.gov.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/506798IMG_9223.JPGlink
Governo do Estado e Ministério Público de Santa Catarina discutem dívidas com os municípios Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes entra na reta final Hospital Infantil Joana de Gusmão abre as portas para os jogadores do Avaí Futebol Clube Novo modelo de gestão do SAMU é aprovado em reunião da CIB Novo bloco do Hospital Regional do Oeste recebe primeira parte dos mobiliários
Campanha de multivacinação para crianças e adolescentes tem início na próxima semana

Florianópolis, 4 Setembro de 2017

A Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente será realizada de 11 a 22 de Setembro, em todo o país. Durante este período, os postos de saúde da rede pública oferecerão 16 tipos de vacinas para crianças e para adolescentes menores de 15 anos de idade, de diferentes faixas etárias. O ‘Dia D’ será realizado em 16 de Setembro, quando todos os postos de saúde da rede pública de Santa Catarina estarão abertos das 8h às 17h.

“O objetivo da campanha é resgatar os não vacinados ou completar esquemas de vacinação. É fundamental que toda a população alvo compareça aos serviços de saúde levando a sua caderneta para que os profissionais de saúde possam avaliar o esquema de imunização de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação”, explica Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Quem não localizar a caderneta de vacinação pode solicitar a segunda via na unidade de saúde onde as vacinas anteriores foram administradas. “Para manter a situação vacinal em dia, os pais e adolescentes podem usar o aplicativo do Ministério da Saúde ‘Vacinação em Dia’, cadastrando todas as vacinas recebidas, e usar a função ‘lembretes’ para não se esquecer das próximas doses", sugere Vanessa, reforçando que a pessoa só estará imunizada contra a doença quando completar todo o esquema de doses recomendado.


Proteção para toda a vida

As vacinas oferecidas na campanha de multivacinação oferecem proteção contra doenças como Sarampo, Paralisia Infantil, Varicela, Caxumba, Rubéola, Meningite, Hepatite A, Hepatite B, Febre Amarela e o HPV.

Confira quais serão as vacinas oferecidas durante a Campanha de Multivacinação e as faixas etárias alvo correspondentes:

BCG (formas graves de tuberculose)  – menores de 5 anos;
Hepatite A – menores de 5 anos;
Penta (hepatite B, difteria, tétano, coqueluche e haemophilus influenzae B) – menores de 7 anos;
Hepatite B – crianças de até 30 dias de idade; crianças e adolescentes entre 7 anos e menores de 15 anos; 
VIP (vacina inativada contra a poliomielite)– menores de 5 anos;
VOPb (vacina oral contra a poliomielite) – menores de 5 anos;
Rotavírus humano – menores de 7 anos;
Pneumocócica 10 valente – menores de 5 anos;
Meningocócica C conjugada – crianças a partir de 3 meses de idade a menores de 5 anos e adolescentes de 12 e 13 anos;
Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) – crianças a partir de 12 meses de idade e adolescentes menores de 15 anos;
Tetraviral (sarampo, caxumba, varicela e rubéola) ou tríplice viral + varicela (atenuada) – menores de 5 anos;
DTP (difteria, tétano e coqueluche) – até menores de 7 anos;
dT (difteria e tétano) – para crianças a partir de 7 anos e adolescentes menores de 15 anos;
dTpa (difteria, tétano e coqueluche acelular) – para gestantes menores de 15 anos de idade;
HPV (papiloma vírus) – meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos; 
Febre amarela*


* Criança a partir de nove meses e adolescente menor de 15 anos residente ou viajante das áreas com recomendação de imunização ou com indicação temporária de vacinação, não vacinada ou sem comprovante de vacinação; e criança e adolescente indígena, independente da área onde reside, não vacinada ou sem comprovante de vacinação.

 


Voltar
 
 
 
Rua Esteves Júnior, 160 - Centro - CEP: 88.015-130 - Florianópolis - Fone: (48) 3664-9000
 
 
     
 
   
Design by windows vista forum and energiesparlampen