Conteúdo (alt + 1) Menu Principal (alt + 2) Menu Direita (alt + 3) Inicio (alt + 5)   
 
     
 
 
 
 
 
 
     
 
 
Comitê do COES avalia danos e traça estratégias neste período de chuvas intensas

Florianópolis, 12 de Janeiro de 2018

O secretário de Estado da Saúde, Murillo Capella, esteve reunido na manhã desta sexta-feira, 12, com os membros do Centro de Operações de Emergência em Saúde  (COES) para avaliar os danos causados pelos altos volumes de chuva registrados em Santa Catarina desde o dia 9 de Janeiro. Também foram discutidas estratégias de trabalho para os próximos dias, devido a indicação de continuidade das chuvas pela Defesa Civil do Estado.

Uma das maiores preocupações é o aparecimento de casos de leptospirose e acidentes com animais peçonhentos, neste período após inundações. “Temos disponível no portal da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) o Protocolo de Tratamento Precoce da Leptospirose e uma nota de alerta será enviada para a Atenção Básica de todos os municípios afetados com as enchentes. Os profissionais que atuam nas emergências dos hospitais da SES estão cientes do protocolo e preparados para atender a população nessas situações”, explica o superintendente de Vigilância em Saúde, Fábio Gaudenzi.

O secretário lembrou também que em decorrência de enchentes e alagamentos outras doenças podem ocorrer, como de transmissão respiratórias, tétano, doenças alimentares, diarreicas, hepatites A e E. “Por isso é importante que todos façam a sua parte auxiliando aos serviços de saúde na prevenção e tratamento de doenças, e alertando a população dos riscos neste período de chuvas intensas”, explicou Murillo Capella.

O COES funciona como mecanismo de coordenação e estratégia para ampliar a capacidade da Secretaria Estadual de Saúde (SES) de intervir, oportunamente, na resposta às emergências de saúde pública. A sua estruturação permite a análise dos dados e das informações para subsidiar a tomada de decisão dos gestores e técnicos, incluindo a mobilização de recursos para o restabelecimento dos serviços de saúde e a articulação da informação entre as três esferas de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). O comitê é composto por profissionais de diversas áreas da SES e atua em qualquer situação de emergência em saúde.

Protocolo de Tratamento Precoce da Leptospirose: NOTA TÉCNICA Nº 05/2015/DIVE/SUV/SES

Alerta Epidemiológico e demais informações acesse www.dive.sc.gov.br/enchentes.


Voltar
 
 
 
Rua Esteves Júnior, 160 - Centro - CEP: 88.015-130 - Florianópolis - Fone: (48) 3664-9000
 
 
     
 
   
Design by windows vista forum and energiesparlampen